A retórica procedimental como agente de articulação entre identidade e alteridade

  • Monica Tavares Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Palavras-chave: procedural rhetoric, actualization-virtualization dialectic, identity and alterity, digital embodiment.

Resumo

O objetivo deste artigo é examinar como a retórica procedimental fundamenta processos dialéticos de corporificação-descorporificação, mantenedores das trocas sucessivas entre seft e other. Em primeiro lugar, exporemos a noção de retórica procedimental, entendida como técnica de argumentação e persuasão, estabelecida com base em sistemas computacionais. Em segundo lugar, analisaremos como a dialética entre corporificação e descorporificação firma-se como aspecto central de influência na construção do sentido de self e other. Em terceiro lugar, discutiremos como a noção de interface pode ser considerada como mapas procedimentais e computacionais que, sedutora e ideologicamente, induzem os comportamentos dos receptores. Por fim, apresentaremos a obra Alter Ego, de Alexa Wright & Alf Linney, como exemplo de trabalho que, de modo crítico e reflexivo, discute o que está na base das experiências de corporificação e descorporificação e como essas experiências potencializam trocas sucessivas entre identidade e alteridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monica Tavares, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Livre-Docente pela Escola de Comunicações e Artes da USP (2012), pós-doutoramento pela Pennsylvania State University (2009) e pela Cornell University (2014) na interdisciplinaridade das Artes, Design e Mídias Digitais, doutorado em Artes pela Universidade de São Paulo (2001), mestrado em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (1995) e graduação em Arquitetura pela Universidade Federal da Bahia (1982). Atualmente é Professora Associada da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.
Publicado
2014-12-24
Como Citar
Tavares, M. (2014). A retórica procedimental como agente de articulação entre identidade e alteridade. ARS (São Paulo), 12(24), 83-96. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2014.96740
Seção
Arte, tecnologia e novas mídias