Teoria e Prática no Seminário de Dramaturgia do Teatro de Arena

Autores

  • Paula Chagas Autran Ribeiro Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Palavras-chave:

dialética, grupo, pesquisa

Resumo

No presente trabalho, focaremos a análise no Seminário de Dramaturgia do Teatro de Arena e na inter-relação que este estabeleceu com o Laboratório de Interpretação, ambos fundados por Augusto Boal, em 1958 e 1956, respectivamente. Isso porque, analisando o material disponível sobre o seminário, chegamos à conclusão de que a grande inovação ocorrida ali foi a interligação entre a prática e a teoria dramatúrgicas, que se relacionavam dialeticamente com a interpretação. Essa teoria partia do estudo aprofundado do método desenvolvido por Stanislávski, mas não se restringia a ele. Com base nessa teoria, foram criados, ali, novos exercícios e técnicas de atuação que desembocaram em uma linguagem teatral eminentemente brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Chagas Autran Ribeiro, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Mestranda em Artes Cênicas/USP. Área de Concentração: Teoria e Prática do Teatro

Downloads

Publicado

2011-10-07

Como Citar

Ribeiro, P. C. A. (2011). Teoria e Prática no Seminário de Dramaturgia do Teatro de Arena. Revista Aspas, 1(1), 140-149. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/aspas/article/view/62858

Edição

Seção

Artigos