O Grande Ressonador: o que a antropologia histórica e uma abordagem etnográfica da sala de teatro podem nos dizer sobre o público

  • Marie-Madeleine Mervant-Roux Centro Nacional de Pesquisa Científica
  • Camila Scudeler

Resumo

Este artigo traz uma revisão da pesquisa realizada pela professora Mervant-Roux entre os anos de 1986 e 2010, sintetizando grande parte dos resultados teóricos obtidos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marie-Madeleine Mervant-Roux, Centro Nacional de Pesquisa Científica
Diretora de pesquisa do ARIAS (laboratório de pesquisa sobre a intermidialidade e as artes do espetáculo) do CNRS (Centro Nacional de Pesquisa Científica, França). Seus trabalhos sobre o espectador e sobre os teatros dos amadores se inscrevem em uma pesquisa sobre a função dramática na Europa. Ela coordena desde 2008, em parceria com Jean-Marc Larrue do CRIalt (Centro de Pesquisas Intermidiais em artes, letras e técnicas) de Montreal, um projeto internacional sobre “O som do teatro (séculos XIX-XXI)”, cujos primeiros trabalhos foram apresentados nos números 197, 199 e 201 da revista francesa Théâtre/Public: Leson du théâtre : Le passé audible (2010-3); Dire l’acoustique (2011-1) et Voix Words, words, words (juillet-septembre 2011).
Camila Scudeler
Tradução
Publicado
2013-12-01
Como Citar
Mervant-Roux, M.-M., & Scudeler, C. (2013). O Grande Ressonador: o que a antropologia histórica e uma abordagem etnográfica da sala de teatro podem nos dizer sobre o público. Revista Aspas, 3(1), 3-22. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/aspas/article/view/68382
Seção
Especial