TEATRO, PÚBLICO E ESPACIALIDADE: uma discussão do cotidiano

Autores

  • Shirlei Torres Perez Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Palavras-chave:

Comunicação, Mediação, Performance, Teatralidade

Resumo

Este trabalho busca discutir a experiência do espectador do ponto de vista da comunicação, partindo da espacialidade como mediação para a percepção de relações cotidianas, em cena e na vida corrente. Em dois espetáculos distintos – Braakland–Terra Esquecida, da Cie Dakar, da Holanda, e Os Efêmeros, do Théâtre du Soleil, da França – poética e espacialidade oportunizam diferentes construções sígnicas a partir dos deslocamentos propostos nessa relação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Shirlei Torres Perez, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Bacharel em teatro pela Eca-Usp, Mestre e doutoranda pela PUC -SP em comunicação e semiótica

Referências

Lehmann, Hans-Thies, 2007

Kleene, Guido, 2007

Berg, Lotte van den, 2007

Downloads

Publicado

2014-06-30

Como Citar

Perez, S. T. (2014). TEATRO, PÚBLICO E ESPACIALIDADE: uma discussão do cotidiano. Revista Aspas, 4(1), 83-91. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/aspas/article/view/75745

Edição

Seção

Do Lado de Fora do Teatro