Redes de bibliotecas escolares no Brasil: estudos de caso em sistemas municipais de ensino

  • Rubeniki Fernandes de Limas Ministério Público Federal no Espírito Santo
  • Bernadete Santos Campello Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Redes de bibliotecas, Bibliotecas escolares, Cooperação bibliotecária.

Resumo

O objetivo da pesquisa foi compreender o funcionamento de redes de bibliotecas escolares sob aspectos estratégicos. Os procedimentos metodológicos foram qualitativos. Utilizou-se estudo de casos múltiplos, com amostra de três redes em funcionamento. A coleta de dados foi feita por meio de pesquisa documental e entrevistas com coordenadores de redes. Os resultados demonstram que o diferencial das redes analisadas, ainda que se identifiquem problemas a serem superados, encontram-se na maior consolidação de aspectos como: concepção de biblioteca, apoio em legislação, dotação orçamentária, existência na estrutura administrativa, profissionalização e inserção em políticas públicas. Conclui que as redes representam um movimento de “setorização” e profissionalização da biblioteca escolar. Espera-se que os resultados possibilitem uma compreensão mais ampla do panorama atual, além de servir de base para estudos mais aprofundados em alguns pontos ou mesmo inspirar a modelagem de novas redes de bibliotecas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubeniki Fernandes de Limas, Ministério Público Federal no Espírito Santo
Bibliotecário do Ministério Público Federal no Espírito Santo. Professor bolsista do PRONATEC – Instituto Federal do Espírito Santo – Câmpus Avançado Viana.
Bernadete Santos Campello, Universidade Federal de Minas Gerais
Departamento de Organização e Tratamento da Informação
Publicado
2017-03-30
Como Citar
Limas, R., & Campello, B. (2017). Redes de bibliotecas escolares no Brasil: estudos de caso em sistemas municipais de ensino. Biblioteca Escolar Em Revista, 5(2), 21-42. https://doi.org/10.11606/issn.2238-5894.berev.2017.113284
Seção
Artigos