Ocorrências de Foraminíferos Fósseis no Brasil

  • Setembrino Petri Conselho Nacional do Petróleo

Resumo

São descritos pela primeira vez alguns foraminiferos fósseis do Brasil. O artigo inicia com um breve apanhado das informações pré¬ vias sobre ocorrências de foraminiferos fósseis do Brasil. Discute-se material com foraminiferos procedente de Caraparú, Estado do Pará, provavelmente referivel à formação Pirabas de idade miocenica. Não foram atingidas, porém, determinações sistemáticas. Segue-se a descrição de alguns foraminiferos do Paleozoico Superior, procedentes do Rio Parauarí (formação Itaituba). dentre os quais foram genericamente reconhecidos Endothyra e Plectogyra. São considerados, então, foraminiferos cretácicos vindos do Rio Gramane, Estado de Paraiba do Norte e Ponta dos Barcos, Estado de Sergipe. Detem-se o autor mais demoradamente sobre fósseis coletados na Ponta de Pirabas (formação P irabas), cuja idade é considerada miocenica. Descreve: Quinqueloculina sp. a, Q. sp. b., Q. sp. c, Pytgo sp. a, P. sp. b., Peneroplis sp., Discovbis? sp.., “Rotalia ’ sp., Gyroidina? sp., Eponides sp., Nonion sp. a, N . sp. b

Biografia do Autor

Setembrino Petri, Conselho Nacional do Petróleo

Antigo Assistente do Dep. Geologia e Paleontologia da Fac. Filosofia, Ciências e Letras, Univ. São Paulo, atualmente trabalhando no Conselho Nacional do Petróleo

Publicado
1952-12-01
Como Citar
Petri, S. (1952). Ocorrências de Foraminíferos Fósseis no Brasil. Boletim Da Faculdade De Filosofia Ciências E Letras, Universidade De São Paulo. Geologia, (7), 21-42. https://doi.org/10.11606/issn.2526-3862.bffcluspgeologia.1952.121680
Edição
Seção
Artigos