Acetylcholine in the larval food, honey and stored pollen of a stingless bee, Melipona quadrifasciata

  • John H. Welsh The Biological Laboratories. Harvard University, Cambridge, USA
  • Paulo Nogueira-Neto Departamento de Fisiologia Geral e Animal. Universidade de São Paulo
  • Celso P. Jaeger Instituto de Fisiologia Experimental. Faculdade de Medicina, Porto Alegre
  • Ana Amélia Ancona Lopez Departamento de Fisiologia Geral e Animal. Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Abelhas, Alimentos, Larvas, Acetilcolina

Resumo

Com o emprêgo de diversos métodos, verificou-se que o alimento da larva Melipona quadrifasciata contêm quantidades de acetilcolina equivalentes entre 0,5 e 2,0 mg de cloreto de acetilcolina por grama de alimento. quantidades semelhantes foram registradas no alimento da larva de abelha Apis mellifera.
Publicado
1965-12-12
Seção
Artigos