A idade dos evaporitos da plataforma continental do Ceará, Brasil e sua relação com os outros evaporitos das Bacias Nordestinas

  • Marília S.P. Regali PETROBRAS; Serviço de Desenvolvimento de Recursos Humanos Centro de Desenvolvimento de Recursos Humanos do Sudeste

Resumo

Dois poços perfurados pela PETROBRAS, nas sub-bacias de Mundaú e Icaraí, plataforma continental do Ceará, atingiram camadas de sal. As análises palinológicas levadas a efeito em amostras de testemunhos e de calha, nos dois poços, situam os evaporitos no Neo-Aptiano, na Zona Sergipea variverrucata (P-270). De acordo com os dados palinológicos e as correlações palinoestratigráficas, as ocorrências de gipsita nas bacias do Parnaíba e de Araripe, assim como as camadas de sal da Bacia de Sergipe, são equivalentes, em tempo, às ocorrências salíferas da plataforma do Ceará. Entretanto, as camadas de sal Paripueira, da Bacia de Alagoas, são mais velhas pois se situam entre as zonas Clavatipollenites crisopolensis (P-230) e Inaperturopollenites turbatus (P-260).
Publicado
1989-04-01