O microfitoplâncton das águas costeiras do litoral Fluminense (estado do Rio de Janeiro): lista de especies e aspectos ecológicos

  • Nadja M. Lins da Silva Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira
  • Jean L Valentin Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira
  • Christina T. B Bastos Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira
Palavras-chave: Fitoplâncton, Aguas costeiras, Ressurgência costeira, Diversidade das espécies, Analise multivariada, Sucessão ecológica, Rio de Janeiro

Resumo

O microfitoplâncton das águas costeiras entre Cabo Frio e Rio de Janeiro foi coletado durante as operações PLATAFORMA IV, V e VI do AvPqOc SO OLIVEIRA (DGN) nos meses de outubro de 1984 e janeiro e março de 1985, As variações qualitativas e quantitativas foram analisadas em função das condições hidrológicas por meio de um tratamento estatístico multivariado dos dados. O fenômeno de ressurgência, responsável seja pelo afloramento da Água Central do Atlântico Sul, seja pela formação de uma termo-clina na camada eufótica, é o fator de terminante do crescimento algal que começa com especies de pequeno porte (Skeletonema costatum, Nitzschia spp) e evolui para uma maior diversidade com especies dos gêneros Guinardia, Rhizosolenia, Chaetoceros, Thalassiothrix. Em condição de estratificação da coluna d'agua notou-se a influência das aguas da Baía de Guanabara, com forte crescimento de Skeletonema costatum, e uma grande quantidade de detritos associados a algas cianofíceas e formas nanoplanctônicas.
Publicado
1988-01-01
Seção
Artigos