Análise quantitativa da camada de fibras nervosas da retina de cães normais e glaucomatosos através da polarimetria a laser

  • Ana Lucia Braga Martins Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ
  • Gustavo Adolfo Garcia Universidade Nacional Autônoma do México, Cidade do México, México
  • Jorge da Silva Pereira Centro de Estudo, Pesquisa e Oftalmologia Veterinária, Rio de Janeiro, RJ
  • Sergio Rodriguez Universidade Nacional Autônoma do México, Cidade do México, México
  • Alejandro Rivera Universidade Nacional Autônoma do México, Cidade do México, México
  • Luiz Felipe Castro Graeff Vianna Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ
Palavras-chave: Cães, Glaucoma, Fibras nervosas

Resumo

As lesões glaucomatosas são progressivas e irreversíveis. Estudos sobre o aparecimento e comportamento desta enfermidade vêm sendo discutidos na oftalmologia em geral. O diagnóstico precoce é de extrema importância para o tratamento e estabilização da mesma. A análise da espessura da camada de fibras nervosas retinianas ''in vivo'' foi proposta na oftalmologia humana, para estabelecer as alterações produzidas pelo glaucoma, e tem demonstrado que tais alterações podem ser detectadas até seis anos antes de alterações de campo visual e aumento de pressão intraocular. Entretanto, na Medicina Veterinária, estes dados carecem de estudo e discussão. Neste experimento foram utilizados dois grupos de cães, com olhos normais e olhos glaucomatosos, que foram submetidos à análise das fibras nervosas retinianas através do Analisador de Fibras Nervosas GDx. Os resultados estatísticos demonstraram que a camada de fibras nervosas dos olhos dos cães glaucomatosos estava mais delgada (p < 0,05) quando comparados aos olhos de cães normais, confirmando a perda de axônios das células ganglionares em olhos de cães com glaucoma.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2003-01-01
Como Citar
Martins, A., Garcia, G., Pereira, J., Rodriguez, S., Rivera, A., & Vianna, L. (2003). Análise quantitativa da camada de fibras nervosas da retina de cães normais e glaucomatosos através da polarimetria a laser. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 40(6), 403-408. https://doi.org/10.1590/S1413-95962003000600003
Seção
NÃO DEFINIDA