Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Novos relatos de carrapatos infectados por Rickettsia bellii no Brasil

Francisco Borges Costa, Amália Regina Barbieri, Matias pablo Juan Szabó, Vanessa Nascimento Ramos, Ubiratan Piovezan, Marcelo Bahia Labruna

Resumo


O presente trabalho investigou a ocorrência de infecção por Rickettsia em carrapatos coletados em animais selvagens de duas áreas do Brasil. Carrapatos da espécie Amblyomma dubitatum foram coletados de uma capivara (Hydrochoerus hydrochaeris) no município de Guarda-Mor, Minas Gerais, enquanto exemplares da espécie Amblyomma pseudoconcolor foram coletados de um tatu-peba (Euphractus sexcinctus) do município de Corumbá, Mato Grosso do Sul. Tentativas para isolar Rickettsia em cultura de células Vero foram realizadas com um exemplar de A. dubitatum e um de A. pseudoconcolor, que foram previamente positivos no teste de hemolinfa com estruturas semelhantes a Rickettsia visualizadas em seus hemócitos. Rickettsia foram isoladas com sucesso em culturas de células Vero a partir das duas espécies de carrapatos. Os dois isolados foram identificados como Rickettsia bellii, uma vez que suas sequências parciais do gene gltA foram 99,9-100%, idênticas a sequências de R. bellii do GenBank. Embora haja vários relatos anteriores de R. bellii infectando A. dubitatum, este é o primeiro relato em A. pseudoconcolor, aumentando para 25 o número de espécies de carrapatos infectadas por R. bellii no continente americano.

Palavras-chave


Amblyomma dubitatum; Amblyomma pseudoconcolor; Isolamento

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2017.114141

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.