Antibióticos comumente investigados no leite cru em laticínios sujeitos a Inspeção Estadual no Rio Grande do Sul, Brasil

  • Juliane Webster de Carvalho Galvani Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação
  • Eduardo Cesar Tondo Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • Adriano Brandelli Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Palavras-chave: Antibiótico, Microbiologia do leite, Segurança alimentar, Qualidade

Resumo

Este estudo teve por objetivo identificar os antibióticos comumente investigados durante a rotina de processamento do leite cru recebido em laticínios sob Inspeção Estadual no Rio Grande do Sul (RS), entre janeiro de 2014 e fevereiro de 2015. Entre as 36 indústrias participantes, os antibióticos mais comumente investigados foram beta-lactâmicos (100%) e tetraciclinas (69%). A seleção por quais antibióticos investigar no recebimento do leite foi influenciada pela praticidade e rapidez na execução da análise (67%), em detrimento do conhecimento específico sobre quais antibióticos eram utilizados pelos produtores de leite (22%).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-08-18
Como Citar
Galvani, J., Tondo, E. C., & Brandelli, A. (2017). Antibióticos comumente investigados no leite cru em laticínios sujeitos a Inspeção Estadual no Rio Grande do Sul, Brasil. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 54(2), 147-153. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2017.118547
Seção
ARTIGO COMPLETO