Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Efeito da adição da enzima papaína em rações extrusadas para cães sobre parâmetros digestivos e palatabilidade

Karine de Melo Santos, Fabiano César Sá, Danilo Ferreira de Souza, Flavio Lopes da Silva, Maria Isabel Gonzalez Urrego, Thiago Henrique Vendramini, Marcio Antonio Brunetto, Aulus Cavalieri Carciofi

Resumo


As fontes comuns de proteína utilizadas na fabricação de rações para cães são oriundas de coprodutos, os quais podem apresentar digestibilidade reduzida de acordo com a fonte. Este estudo avaliou os efeitos da adição da enzima papaína em dietas secas e extrusadas na palatabilidade, digestibilidade dos nutrientes, qualidade e produção fecal de cães adultos. Uma dieta foi formulada contendo farinha de vísceras de frango, farinha de carne e ossos e farinha de penas hidrolisadas como fontes proteicas. Esta foi posteriormente dividida em três dietas isonutrientes: controle negativo (CN) sem adição da enzima; adição de 855.000 UI de papaína por quilograma de ração (EZ1); e adição de 2.280.000 UI de papaína por quiilograma de ração (EZ2), ambas adições feitas antes da extrusão. O experimento seguiu delineamento em blocos casualizados, com dois blocos de nove animais (três animais por tratamento em cada bloco), totalizando 18 cães, e seis repetições por tratamento. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância, com as médias dos três tratamentos comparadas por contrastes polinomiais (P < 0,05). Não foram verificadas diferenças nos coeficientes de digestibilidade aparente dos nutrientes ou mesmo alterações na palatabilidade, pH e produção de fezes entre os tratamentos com diferentes inclusões de enzima (P > 0,05). Apenas o escore fecal reduziu com o aumento da adição da enzima (P < 0,05).


Palavras-chave


Aditivo; Canino; Digestibilidade; Proteína

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2017.125674

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.