Importância da avaliação clínica, anatomopatológica e imuno-histoquímica para o diagnóstico diferencial das neoplasias mesenquimais gastrointestinais não hematopoiéticas em cães: revisão de literatura

  • Rafael Magdanelo Leandro Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Cirurgia http://orcid.org/0000-0002-1381-1553
  • Fernando de Paula Freitas Universidade Anhanguera, Hospital Veterinário, Departamento de Cirurgia
  • Lilian Rose Marques de Sá Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Patologia
Palavras-chave: C-KIT, Sarcoma, Estômago, Intestino, Cólon, Reto

Resumo

As neoplasias gastrointestinais em cães representam casos desafiantes ao clínico e cirurgião, pois são em sua maioria malignas e, quando as primeiras alterações clínicas são notadas pelo proprietário do animal, a doença pode estar em estágio de desenvolvimento muito avançado. Devido à elevada similaridade clínica e histopatológica entre as neoplasias gastrointestinais mesenquimais, muitas vezes não é possível estabelecer o diagnóstico morfológico definitivo apenas com a microscopia de luz. Acrescenta-se que são poucos os artigos que descrevem as características anatomopatológicas e imuno-histoquímicas das neoplasias mesenquimais gastrointestinais que acometem os cães, o que torna premente a caracterização destas em nosso contexto, com o intuito de auxiliar clínico, cirurgião e patologista veterinário a estabelecer o diagnóstico destes tumores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-07
Como Citar
Leandro, R., Freitas, F., & Sá, L. R. (2017). Importância da avaliação clínica, anatomopatológica e imuno-histoquímica para o diagnóstico diferencial das neoplasias mesenquimais gastrointestinais não hematopoiéticas em cães: revisão de literatura. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 54(4), 287-297. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2017.128846
Seção
ARTIGO DE REVISÃO