Bem-estar animal em laboratório

enriquecimento ambiental apresenta efeito positivo na experimentação animal

  • Catia Helena de Almeida Lima Massari Universidade de Sorocaba, Laboratório de Pesquisas Toxicológicas; Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Programa de Pós-graduação em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres
  • Nadini Oliveira Martins Universidade de Sorocaba, Laboratório de Pesquisas Toxicológicas
  • Angela Faustino Jozala Universidade de Sorocaba, Laboratório de Pesquisas Toxicológicas
  • Denise Grotto Universidade de Sorocaba, Laboratório de Pesquisas Toxicológicas
  • Marli Gerenutti Universidade de Sorocaba, Laboratório de Pesquisas Toxicológicas
Palavras-chave: Bem-estar animal, Experimentação animal, Animal de laboratório, Toxicologia da reprodução, Enriquecimento ambiental

Resumo

Na toxicologia da reprodução e do desenvolvimento, a atenção necessária foi dada aos efeitos da exposição do organismo às inúmeras drogas durante o período gestacional somente após a metade dos anos 50, quando a tragédia da talidomida atingiu a humanidade. Assim, esta área alcançou desenvolvimento científico com a contribuição da experimentação animal nas últimas décadas. O uso de animais de laboratórios para a pesquisa científica expôs a necessidade de melhorar a qualidade de vida destas espécies. Portanto, este trabalho tem como objetivo investigar como a ciência do bem-estar animal pode melhorar a pesquisa científica como um todo, incluindo na área de toxicologia da reprodução e de desenvolvimento, enfatizando o enriquecimento ambiental em biotérios. Uma revisão integrativa de literatura foi realizada, incluindo abordagens quantitativas e qualitativas, quais podem ser aplicadas para estudos de toxicologia. Aqui, são mostradas evidências de que o enriquecimento ambiental melhora o bem-estar animal e previne ou reduz os efeitos negativos do cativeiro, qual deve um princípio da pesquisa toxicológica por razões éticas, argumentos legais e garantias científicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-20
Como Citar
Massari, C., Martins, N., Jozala, A., Grotto, D., & Gerenutti, M. (2019). Bem-estar animal em laboratório. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 55(4), e145008. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2018.145008
Seção
ARTIGO DE REVISÃO