Avaliação do kit "TF-Test" para o diagnóstico das infecções por parasitas gastrintestinais em ovinos

  • Giuliano Lumina Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biologia, Departamento de Parasitologia, Botucatu, SP
  • Patrizia Ana Bricarello Centro de Pesquisa em Biotecnologia Orion, São Paulo, SP
  • Jancarlo Ferreira Gomes Centro de Pesquisa em Biotecnologia Orion, São Paulo, SP
  • Alessandro Francisco Talamini do Amarante Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biologia, Departamento de Parasitologia, Botucatu, SP
Palavras-chave: Diagnóstico, Haemonchus contortus, OPG, Ovinos, TF-Test

Resumo

Este estudo teve como objetivos padronizar o kit TF-Test para a quantificação de ovos de parasitas gastrintestinais de ovinos e compará-lo ao método de Gordon & Whitlock modificado (G&W). Vinte quatro cordeiros confinados foram infectados artificialmente com Haemonchus contortus, durante 12 semanas, até o abate, quando foram colhidas amostras fecais e realizada a identificação e contagem dos parasitas abomasais. Nestes animais, ovos de H. contortus foram detectados em 95,8% das amostras fecais por ambos os testes (P>;0,05). Os coeficientes de correlação (r) entre a carga parasitária (CP) e os valores de OPG obtidos pelos métodos de G&W e TF-Test foram, respectivamente, de r=0,52 e r=0,51 (dados não transformados) e r=0,85 e r=0,87 (dados transformados em log). Outras 100 amostras fecais foram colhidas de ovinos naturalmente infectados. Nas amostras destes animais, os testes G&W e TF-Test propiciaram o diagnóstico de ovos de estrongilídeos em 85% e 86% das amostras, respectivamente (P>;0,05). Pelo TF-Test e pelo G&W, oocistos de Eimeria foram detectados em 33% e em 12% das amostras (P<0,001) e ovos de Strongyloides spp. em 15% e 5% das amostras, respectivamente (P<0,05). Ambos os testes foram precisos para o diagnóstico de estrongilídeos gastrintestinais, porém, o TF-Test foi superior para o diagnóstico de oocistos de Eimeria spp. e de ovos de Strongyloides spp., mas, por outro lado, subestimou o número de ovos de estrongilídeos presente nas amostras.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-08-01
Como Citar
Lumina, G., Bricarello, P., Gomes, J., & Amarante, A. (2006). Avaliação do kit "TF-Test&quot; para o diagnóstico das infecções por parasitas gastrintestinais em ovinos. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 43(4), 496-501. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2006.26465
Seção
NÃO DEFINIDA