Morfologia e morfometria dos tipos de fibras do músculo reto abdominal de cadelas (Canis familiaris) durante a gestação

  • Maila Karina Mattos de Brito Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente, SP
  • Colombo Guerra Carvalho Junior Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP
  • Alexandre Dal Pai Faculdade de Tecnologia, Botucatu, SP
  • Vitalino Dal Pai Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP
  • José Alberto Giacometti Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente, SP
Palavras-chave: Músculo reto abdominal, Morfometria, Fibras musculares tipo I e II, Gestação, Cadelas

Resumo

Neste trabalho foram avaliadas as alterações morfológicas e o grau de hipertrofia das fibras de contração lentas (tipo I) e rápidas (tipo II) do músculo reto abdominal de cadelas adultas nas fases: pré-gestacional, 30 e 60 dias de gestação e 30 dias pós-parto (pp). Em todas essas fases, sob anestesia, foram removidas biópsias musculares, as quais foram congeladas. Cortes histológicos foram obtidos em um micrótomo e corados com hematoxilina e eosina (HE) para a avaliação da morfologia. Outros cortes foram submetidos à ATPase miofibrilar (m-ATPase), após pré-incubação em meio alcalino (pH = 10,4) e em meio ácido (pH = 4,4), visando à identificação das fibras tipo I e II. Nas cadelas virgens, o tecido muscular revelou-se constituído por fibras com diferentes diâmetros, com contornos poligonais, tendo um ou mais núcleos periféricos. Estas características foram similares nos animais com 30 dias de gestação. Aos 60 dias, ao lado de fibras com aparência normal, observaram-se fibras com contornos mais polimórficos e outras fibras de diâmetros muito pequenos. Aos 30 dias pp, as características do tecido foram similares às dos animais em fase pré-gestacional. Em todas as fases estudadas, os diâmetros fibras tipo II foram maiores do que as do tipo I. Aos 30 dias observou-se a redução significativa dos diâmetros de ambos os tipos de fibras e aumento significativo aos 60 dias de gestação. Durante a gestação, o estímulo crônico, representado pela expansão da parede abdominal, promoveu alterações da morfologia e morfometria das fibras.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-08-01
Como Citar
Brito, M., Carvalho Junior, C., Dal Pai, A., Dal Pai, V., & Giacometti, J. (2007). Morfologia e morfometria dos tipos de fibras do músculo reto abdominal de cadelas (Canis familiaris) durante a gestação. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 44(4), 254-260. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2007.26625
Seção
NÃO DEFINIDA