Análise das dosagens e concentrações séricas da ciclosporina A em cães da raça Golden Retriever normais ou afetados pela distrofia muscular

  • Adriana Caroprezo Morini Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Maria Angélica Miglino Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Marileda Bonafim Carvalho Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Daniele dos Santos Martins Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Carlos Eduardo Ambrósio Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Lílian Jesus de Oliveira Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Alida Abatemarco Catelli Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Ana Paula Souza Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • José Roberto Kfoury Junior Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Martha Maria Circhia Pinto Luppi Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Thaís Peixoto Gaiad Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo, SP
  • Mayana Zatz Universidade de São Paulo, Instituto de Biologia, Centro de Estudos do Genoma Humano, São Paulo, SP
Palavras-chave: Imunossupressão, Distrofia muscular do Golden Retriever, Concentração sérica, Imunoensaio por fluorescência (FPIA)

Resumo

A distrofia muscular dos cães Golden Retriever (GRMD), uma miopatia degenerativa causada pela ausência da distrofina é geneticamente homóloga à distrofia muscular de Duchenne que acomete humanos, portanto, estes cães são considerados modelos experimentais para estudos em terapia celular. Seu sucesso depende da imunossupressão adequada. A ciclosporina A (CsA) é indicada para tal e a monitorização de suas concentrações sangüíneas e efeitos adversos são essenciais para viabilizar a terapia. Foram estudados cães GRMD, e normais da mesma raça, submetidos a terapia com CsA, associada, nos GRMD, ao transplante de células tronco. Foram avaliados as concentrações sangüíneas do fármaco através de amostras coletadas a cada dois ou três dias e analisadas pelo método do imunoensaio por fluorescência (FPIA). Como resultado observamos que as concentrações de CsA oscilaram muito, em seis dos oito animais. Concluímos que as doses variam individualmente sendo de maior importância avaliar a concentração do fármaco no sangue e sua viabilização no uso da terapia celular.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2008-04-01
Como Citar
Morini, A., Miglino, M., Carvalho, M., Martins, D., Ambrósio, C., Oliveira, L., Catelli, A., Souza, A., Kfoury Junior, J., Luppi, M., Gaiad, T., & Zatz, M. (2008). Análise das dosagens e concentrações séricas da ciclosporina A em cães da raça Golden Retriever normais ou afetados pela distrofia muscular. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 45(2), 131-137. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2008.26710
Seção
NÃO DEFINIDA