Arranjos configurados pelos nervos do plexo braquial no urubu (Coragyps atratus foetens -Linnaeus, 1758)

  • Pamela Rodrigues Reina Moreira Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Wilson Machado de Souza Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária, Araçatuba, SP
  • Nair Trevisan Machado de Souza Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária, Araçatuba, SP
  • Roberto Gameiro Carvalho Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária, Araçatuba, SP
Palavras-chave: Plexo braquial, Neuroanatomia, Urubu, Coragyps atratus foetens

Resumo

O estudo anatômico da origem e distribuição do plexo braquial no urubu (Coragyps atratus foetens) foi efetuado em 14 animais, adultos,machos e fêmeas oriundos da região de Araçatuba (SP). Após a fixação em solução aquosa de formaldeído a 10,00%, realizou-se a dissecação bilateral da origem dos plexos braquiais e sua distribuição. A análise permitiu verificar, que o plexo braquial do urubu, possui quatro troncos, os quais originam-se dos ramos ventrais dos nervos espinhais cervicais onze (C11), doze (C12) e treze (C13) e dos ramos ventrais dos nervos espinhais torácicos um (T1) e (T2) em 100% dos casos em ambos antímeros. O primeiro tronco parte de C11 nos antímeros direito e esquerdo, e da margem cranial do cordão dorsal partem os nervos subescapular, subcoracoescapular e supracoracóide; em ambos antímeros (100%). O segundo tronco origina-se de C12 em ambos antímeros, dando origem ao cordão dorsal, dele partem os nervos axilar, radial e anconeal (100%). O terceiro tronco do plexo origina-se unicamente de C13 (100%) e o quarto tronco de T1 em ambos antímeros (100%). Os troncos de C12, C13 e T1 unem-se dando origem ao cordão ventral, o qual partem os nervos medianoulnar que se divide em mediano e ulnar e os nervos peitorais (100%). T2 emite filamentos que se unem à raiz nervosa de T1, sendo um filamento (35,55%) e dois filamentos (64,29%) no antímero direito, enquanto que no esquerdo um filamento (42,85%), dois filamentos (50%) e três filamentos (7,15%)

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-04-01
Como Citar
Moreira, P., Souza, W., Souza, N., & Carvalho, R. (2009). Arranjos configurados pelos nervos do plexo braquial no urubu (Coragyps atratus foetens -Linnaeus, 1758). Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 46(2), 144-151. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2009.26761
Seção
NÃO DEFINIDA