Indução da ovulação com gonadotrofina coriônica humana em éguas Crioulas

  • Jordana Beal Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS
  • Mara Iolanda Batistella Rubin Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Departamento de Clínica de Grandes Animais, Santa Maria, RS
  • Flavio Desessards de La Corte Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Departamento de Clínica de Grandes Animais, Santa Maria, RS
  • Luiz Sérgio Segala de Oliveira Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Departamento de Clínica de Grandes Animais, Santa Maria, RS
  • José Henrique Souza da Silva Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Departamento de Zootecnia, Santa Maria, RS
  • Carlos Antonio Mondino Silva Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Departamento de Clínica de Grandes Animais, Santa Maria, RS
Palavras-chave: Crioulo, Diâmetro folicular, Equinos, hCG

Resumo

O efeito da idade, diâmetro folicular e mês da estação de monta (setembro a janeiro) na indução da ovulação com hCG foi avaliado em 123 éguas Crioulas. A idade das éguas variou entre dois e 24 anos e os animais foram examinados diariamente por palpação retal e ultrassonografia com transdutor linear de 5 MHz. Quando os folículos ovarianos atingiram diâmetro de 30 a 35 milímetros aplicou-se uma injeção intravenosa com 1000 UI (n = 39); 1500 UI (n = 41) ou 2000 UI (n = 43) de hCG. As éguas foram cobertas no dia seguinte e examinadas diariamente até a detecção da ovulação. O percentual de éguas que ovularam antes de 24 h da injeção de hCG foi de 10,3%, 7,3% e 4,7%, até 48h após a injeção foi de 92,3%, 85,3% e 86,0%, nos grupos com 1000, 1500 e 2000 UI de hCG, respectivamente. O mês da estação de monta, a idade das éguas ou o diâmetro folicular não influenciaram a resposta ovulatória. As três doses de hCG utilizadas em éguas Crioulas (P >; 0,05) resultaram na indução da ovulação dentro de 48h após a aplicação, quando foi identificado um folículo pré-ovulatório de 30 a 35 mm de diâmetro. Uma única dose de 1000 UI de hCG é eficiente para induzir a ovulação em éguas Crioulas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-08-01
Como Citar
Beal, J., Rubin, M., La Corte, F., Oliveira, L., Silva, J., & Silva, C. (2011). Indução da ovulação com gonadotrofina coriônica humana em éguas Crioulas. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 48(4), 332-335. https://doi.org/10.11606/S1413-95962011000400009
Seção
NÃO DEFINIDA