Histomorfometria do corno uterino de gatas (Felis catus) submetidas à ovariosalpingohisterectomia

  • Cristina Maria Rodrigues Monteiro Departamento de Apoio, Produção e Saúde Animal do Curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual Paulista, Araçatuba
  • Silvia Helena Venturoli Perri Departamento de Apoio, Produção e Saúde Animal do Curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual Paulista, Araçatuba
  • Roberto Gameiro de Carvalho Departamento de Apoio, Produção e Saúde Animal do Curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual Paulista, Araçatuba
  • Adelina Maria da Silva Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual Paulista, Araçatuba
  • Marion Burkhardt Koivisto Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual Paulista, Araçatuba
Palavras-chave: Útero. Número de partos. Anticoncepcionais. Felinos.

Resumo

Dados histomorfométricos foram obtidos de cornos uterinos de gatas nulíparas (n=6), primíparas (n= 6), multíparas (n=6) e de gatas tratadas com contraceptivo (n=6).O material coletado após a cirurgia foi fixado em paraformaldeído e incluído em resina Paraplast® para se proceder a microtomia. Os cortes adquiridos foram submetidos à coloração rotineira com hematoxilina e eosina e examinados ao microscópio de luz para a realização das seguintes mensurações:espessura total (μm) da parede uterina, endométrio total, diâmetro das glândulas endometriais e altura dos respectivos epitélios glandulares, espessura total do miométrio, do miométrio interno,miométrio externo e estrato vascular.Concluiu-se que: uso de anticoncepcionais e inúmeras gestações alteraram a estrutura uterina; uma única gestação parece não afetar significativamente as estruturas da parede uterina como ocorre nas gatas multíparas; não houve variação significativa das estruturas entre as gatas nulíparas e primíparas, com exceção para miométrio interno; o miométrio total e o endométrio apresentaram variações semelhantes, com exceção para o grupo das gatas tratadas; o miométrio externo apresentou alterações mais marcantes nas gatas tratadas; as variações morfológicas menos marcantes foram relativas ao diâmetro e epitélio glandulares; a presença de glândulas endometriais dilatadas foi encontrada somente nas gatas tratadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-06-06
Como Citar
Monteiro, C. M., Perri, S., Carvalho, R., Silva, A., & Koivisto, M. (2012). Histomorfometria do corno uterino de gatas (Felis catus) submetidas à ovariosalpingohisterectomia. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 49(3), 225-231. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.v49i3p225-231
Seção
NÃO DEFINIDA