Digestibilidade aparente total e resposta glicêmica de dietas para equinos contendo milho submetido a diferentes processamentos

  • Fernanda Luz Casalecchi Departamento de Nutrição e Produção Animal da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo
  • Mariano Etchichury Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo
  • Iaçanã Valente Ferreira Gonzaga Departamento de Nutrição e Produção Animal da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo
  • Alexandre Augusto de Oliveira Gobesso Departamento de Nutrição e Produção Animal da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Amido. Cavalos. Glicemia. Nutrição.

Resumo

Para avaliar o efeito do processamento do milho em dietas para equinos, sobre a digestibilidade aparente da matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta, fibra solúvel em detergente ácido, fibra solúvel em detergente neutro e amido, e a resposta plasmática glicêmica, foram utilizadas quatro éguas adultas, sem raça definida, com peso de 450 ± 51,15 kg e idade de 36 ± 5 meses, em delineamento quadrado latino (4 x 4), durante 44 dias. Os animais foram alimentados com quatro dietas isocalóricas, cuja única diferença consistiu no tipo de processamento do milho: trituração, laminação, floculação e extrusão. Diferenças significativas (p < 0,05) foram encontradas na digestibilidade aparente da matéria orgânica e fibra insolúvel em detergente ácido, sendo que a dieta que continha milho floculado apresentou melhor digestibilidade destes nutrientes que as dietas contendo milho laminado e milho triturado. O tratamento contendo milho extrusado apresentou resposta glicêmica e área abaixo da curva superiores as dos outros tratamentos, enquanto que a inclusão de milho triturado resultou em resposta glicêmica e área abaixo da curva inferiores as dos outros tratamentos. A extrusão e a floculação do milho constituem importante ferramenta na alimentação de equinos com alta exigência energética, por propiciarem um balanço energético maior, cujo uso deve ser criterioso para evitar os problemas associados a taxas de glicemia pós-prandial elevadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariano Etchichury, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo

Médico Veterinário, Doutor em Zootecnia, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo

Publicado
2012-06-06
Como Citar
Casalecchi, F., Etchichury, M., Gonzaga, I., & Gobesso, A. (2012). Digestibilidade aparente total e resposta glicêmica de dietas para equinos contendo milho submetido a diferentes processamentos. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 49(3), 232-238. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.v49i3p232-238
Seção
NÃO DEFINIDA