Resposta osteomielogênica ectópica ao implante de matriz óssea desmineralizada em camundongos tratados com bussulfano

  • Julieta Rodini Engrácia de Moraes Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Flávio Ruas de Moraes Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Aureo Evangelista Santana Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
Palavras-chave: Ossos, Desmineralização, Bussulfano.

Resumo

Camundongos Swiss, fêmeas, (25-30 g; n = 100) receberam 4 injeções de bussulfano (20 mg/kg, ip) a intervalos de 15 dias (n = 100). Antes do tratamento e após 30, 60 e 90 dias, os animais deste e de um grupo controle (n = 15) foram avaliados quanto ao leucograma, taxa de hemoglobina e hematrócito por meio do sangue colhido por punção retroorbital. Sessenta dias após o início do tratamento, 60 animais sobreviventes do grupo tratado e 15 animais do grupo controle receberam implantes intermuseulares de matriz óssea desmineralizada (MOD-10 mg). No 90s dia (30 dias após o implante) foram sacrificados para exame histológico da medula óssea esternal (MOE) e da resposta osteomielogênica ao implante de MOD. Trinta dias após o início do tratamento observou-se leucopenia, com diminuição do número de granulócitos, linfócitos e monócitos nos animais que receberam bussulfano. O hematócrito e a taxa de hemoglobina apresentaram-se diminuídos no 609 dia. O exame histológico da MOE do grupo tratado revelou hipocelularidade, dilatação dos capilares sinusóides e redução do número de megacariócitos (50%). Os animais controle apresentaram 100% de resposta positiva ao implante de MOD, havendo formação de placas metaplásicas compostas por trabéculas ósseas contendo cavitações preenchidas por células hematopoiéticas. Em 46,7% dos animais tratados observou-se resposta osteomielogênica semelhante à do grupo controle, mas com hipocelularidade e maior componente de adipócitos; 25% apresentaram resposta osteomielogênica tardia e incompleta com menor componente ósseo, maior componente cartilaginoso e ausência de células hematopoiéticas; nos 28,3% restantes a resposta foi negativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1996-09-01
Como Citar
Moraes, J., Moraes, F., & Santana, A. E. (1996). Resposta osteomielogênica ectópica ao implante de matriz óssea desmineralizada em camundongos tratados com bussulfano. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 33(3), 144-148. https://doi.org/10.11606/issn.2318-3659.v33i3p144-148
Seção
CIÊNCIAS BÁSICAS