Epidemiologia de Dermatobia hominis (L. Jr. 1781) (Diptera: Cuterebridae) em bovinos na região de São Carlos, Estado de São Paulo, Brasil

  • Gilson Pereira de Oliveira Embrapa, São Carlos, SP
Palavras-chave: Miíase, bovinos, Epidemiologia, Dermatobia hominis, São Carlos, SP

Resumo

Nódulos de berne (Dermatobia hominis) foram contados em bovinos da raça Canchim, machos e fêmeas, na faixa etária de 24-36 meses, no período de janeiro de 1982 a dezembro de 1983. A contagem era feita do lado esquerdo do animal a cada 14 dias, em lotes de 15 animais, com o objetivo de observar a epidemiologia do berne na região de São Carlos. As maiores infestações foram observadas nos meses de fevereiro, setembro, outubro e dezembro, o que representa uma frequência de 14,5%, 17,5%, 17,5% e 9,7%, respectivamente. As menores infestações foram verificadas nos meses de julho e agosto com 1,2% e 0,9%, respectivamente. Os meses de janeiro, março, abril, maio, junho e novembro apresentaram intensidade de infestação intermediária, que correspondem a 5,8%, 4,5%, 7,5%, 7,4% e 7,7%, respectivamente. As frequências de nódulos de berne mais elevadas foram observadas no período referente aos meses mais quentes e úmidos, enquanto as menores nos meses mais frios e secos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1991-12-02
Como Citar
Oliveira, G. (1991). Epidemiologia de Dermatobia hominis (L. Jr. 1781) (Diptera: Cuterebridae) em bovinos na região de São Carlos, Estado de São Paulo, Brasil. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 28(2), 179-184. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.1991.51936
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA