Eficácia de pamoato de pirantel, isolado ou associado ao triclorfon, no controle de ciatostomíneos de eqüinos

  • Marcelo de Campos Pereira Universidade de São Paulo, Instituto de Ciências Biomédicas, São Paulo, SP.
  • Maurício Del Bigio Selectchemie, São Paulo, SP.
  • Reinaldo de Campos Jockey Club, São Paulo, SP.
Palavras-chave: Anti-helmínticos, Pamoato de pirantel, Triclorfon, Ciatostomíneos, Equidae

Resumo

Através de estudo comparativo, objetivou-se avaliar a eficiência anti-helmíntica de pamoato de pirantel, isolado ou associado ao triclorfon, no controle de estrongilídeos de eqüinos da raça Puro Sangue Inglês. As coproculturas realizadas antes e após os tratamentos levaram consistentemente ao encontro de populações puras de ciatostomíneos com oito células intestinais. As reduções de ovos por grama de fezes foram avaliadas do 7º. ao 45º. dias pós-tratamento. Comparando os valores médios de OPG dos eqüinos tratados com pamoato de pirantel (13,2 mg/kg) associado ao triclorfon (30 mg/kg) e com pamoato de pirantel isolado (13,2 mg/kg), observou-se diferença não significante (P≤0,05) ao longo do experimento, verificando-se, 7 dias após o tratamento, reduções médias de OPG de quase 100% e, do 7º. ao 20º. dias, reduções ainda superiores a 90%. Os resultados indicam que os dois produtos são eficazes na redução de ovos por grama de fezes de ciatostomíneos de eqüinos mantidos sob condições a campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1994-12-03
Como Citar
Pereira, M., Del Bigio, M., & de Campos, R. (1994). Eficácia de pamoato de pirantel, isolado ou associado ao triclorfon, no controle de ciatostomíneos de eqüinos. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 31(3-4), 221-224. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.1994.52069
Seção
MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA