Anatomia comparativa dos nervos da pelve de macacos-prego (Sapajus sp)

  • Ediana Vasconcelos da Silva Universidade Federal do Tocantins, Mestrado em Ciências da Saúde Universidade Federal do Tocantins, Laboratório de Estudos em Morfologia de Primatas
  • Sylla Figueredo da Silva Universidade Federal do Tocantins, Mestrado em Ciências da Saúde Universidade Federal do Tocantins, Laboratório de Estudos em Morfologia de Primatas
  • Roqueline Ametila Glória Martins de Freitas Aversi-Ferreira Universidade Federal do Tocantins, Laboratório de Estudos em Morfologia de Primatas Faculdade de Palmas
  • Tainá de Abreu Universidade Federal do Tocantins, Laboratório de Estudos em Morfologia de Primatas Faculdade de Palmas
  • Hisao Nishijo Universidade de Toyama, Faculdade de Medicina e Ciências Farmacêuticas, Pós-graduação em Ciência do Sistema Emocional
  • Tales Alexandre Aversi-Ferreira Universidade de Toyama, Faculdade de Medicina e Ciências Farmacêuticas, Pós-graduação em Ciência do Sistema Emocional Universidade Federal de Alfenas, Instituto de Ciências Biomédicas, Departamento de Biologia Estrutural
Palavras-chave: Primatologia, Morfologia dos Grupos Recentes, Macacos-prego, Membros pélvicos, Nervos

Resumo

Macacos-prego (Sapajus sp), inesperadamente, compartilham com chimpanzés comportamentos como alta cognição e memória, uso de ferramentas com o bipedalismo intermitente, tolerância social. No entanto, sua anatomia ainda é pouco estudada. Para verificar a hipótese com qual espécie e/ou grupo de primatas os macacos-prego compartilham mais características, o objetivo deste trabalho foi estudar os nervos pélvicos do Sapajus e compará-los com dados da literatura anatômica sobre os seres humanos, chimpanzés e babuínos, considerando aspectos como origem, trajetória e estruturas inervadas. Foi observado que existem grandes variações nos nervos pélvicos entre os primatas estudados aqui, quais sejam, 1) o problema da posição anatômica, i.e., alguns primatologistas consideram a posição anatômica humana para os primatas, outros consideram a posição anatômica animal, e a opção por um ou outro não é clara nos textos; 2) o problema dos membros pélvicos em primatas não humanos serem lateralizados e semi-fletidos em relação aos seres humanos modernos; 3) o problema da ausência, nos seres humanos modernos, de alguns músculos da coxa em relação aos outros primatas como o escansório e o iliosquiofemoral; e 4] o problema da diferença do número de vértebras nos primatas estudados aqui, inclusive com diferenças para a mesma espécie citadas por diferentes autores tanto para chimpanzés como para macacos-prego.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-01-24
Como Citar
Silva, E., Silva, S., Aversi-Ferreira, R., de Abreu, T., Nishijo, H., & Aversi-Ferreira, T. A. (2017). Anatomia comparativa dos nervos da pelve de macacos-prego (Sapajus sp). Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 53(4), 1-17. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2016.82570
Seção
ARTIGO COMPLETO