Viabilidade econômica da produção de feno enriquecido extrusado como dieta completa para equinos

  • Kátia Feltre Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Nutrição e Produção Animal
  • Mayara Angela Faga Palagi Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Nutrição e Produção Animal
  • Augusto Hauber Gameiro Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Nutrição e Produção Animal
  • Henry Wajnsztejn Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal
  • Alexandre Augusto de Oliveira Gobesso Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Nutrição e Produção Animal
Palavras-chave: Cavalos, Economia, Extrusão, Nutrição

Resumo

O presente estudo objetivou avaliar a viabilidade econômica de um projeto de produção e comercialização do Feno Enriquecido Extrusado (FEE) como dieta completa para equinos. O estudo baseou-se em levantamento de dados e cotação de preços de atividades que envolvem desde o preparo da terra (correção, plantio e adubação) até o beneficiamento do produto na fábrica (extrusão) e comercialização. Foram considerados também os custos com transporte e tributações. Para o cálculo dos indicadores de rentabilidade utilizou-se o método do Fluxo de Caixa Descontado (período de 30 anos) e da Demonstração de Resultados do Exercício (DRE). Os cálculos foram desenvolvidos utilizando planilhas eletrônicas do pacote Microsoft Office Excel®. Foram simulados três cenários de produção com diferentes preços ao consumidor: Cenário 1) equivalente à dieta completa, onde os ingredientes são fornecidos em conjunto, mas adquiridos separadamente; Cenário 2) considerando um valor 10% maior que o da dieta completa; Cenário 3) considerando um valor 20% maior que o da dieta completa. Pôde-se observar que o projeto foi viável economicamente nos três cenários sugeridos com Valor Presente Líquido (VPL) positivo, Taxa Interna de Retorno (TIR) maior que 9,4% aa e payback de 11 a 2 anos. A produção de FEE pode ser um investimento promissor tanto pela qualidade do produto e facilidade de uso quanto pelo rápido retorno do capital investido.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-04-12
Como Citar
Feltre, K., Palagi, M., Gameiro, A., Wajnsztejn, H., & Gobesso, A. (2016). Viabilidade econômica da produção de feno enriquecido extrusado como dieta completa para equinos. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 53(1), 55-59. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.v53i1p55-59
Seção
ARTIGO COMPLETO