A família Bromeliaceae no Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais, Brasil

  • Raquel Fernandes Monteiro Escola Nacional de Botânica Tropical
  • Rafaela Campostrini Forzza Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Resumo

O Parque Estadual do Ibitipoca (PEIB) está situado no sudeste de Minas Gerais, no município de Lima Duarte. Possui uma área de 1923,5 hectares, com relevo escarpado e altitudes que variam de 1100 a 1784 m. A vegetação é composta por um mosaico de floresta atlântica e campo rupestre. No PEIB são encontrados 11 gêneros e 32 espécies de Bromeliaceae, sendo Vriesea cacuminis endêmica e Neoregelia oligantha, até então conhecida apenas pela coleção-typus. Os gêneros encontrados são Vriesea (8 spp.), Tillandsia (7 spp.), Aechmea (3 spp.), Neoregelia (3 spp.), Billbergia (2 spp.), Nidularium (2 spp.), Pitcairnia (2 spp.), Wittrockia (1 sp.), Dyckia (1 sp.) e Alcantarea (1 sp.). Na área, as maiores populações de Bromeliaceae são encontradas em cotas acima de 1400 m de altitude, principalmente no interior das matas nebulares, e grande parte das espécies (20) possui distribuição restrita ao domínio atlântico. Dentre as espécies registradas no parque, três foram incluídas na Revisão da Lista de Espécies Ameaçadas do Brasil, e seis na Revisão da Lista de Espécies Ameaçadas de Minas Gerais. São apresentados descrições, chave de identificação, ilustrações e comentários para cada espécie.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2008-06-01
Como Citar
Monteiro, R., & Forzza, R. (2008). A família Bromeliaceae no Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais, Brasil . Boletim De Botânica, 26(1), 7-33. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v26i1p7-33
Seção
nãodefinida