Ericaceae no Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais, Brasil

  • Andressa Cabral Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Gerson Oliveira Romão Departamento de Ciências Biológicas. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Universidade de São Paulo
  • Luiz Menini Neto Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora
Palavras-chave: Biodiversidade, Campo rupestre, Ericales, Floresta Atlântica, Taxonomia

Resumo

Apresenta-se um estudo taxonômico de Ericaceae do Parque Estadual do Ibitipoca (PEIB), localizado na Zona da Mata do Estado de Minas Gerais, Brasil. O PEIB é composto por um mosaico de vegetação do qual o campo rupestre compõe a fitofisionomia predominante. Foram registradas na área 18 táxons pertencentes a 17 espécies e três gêneros: Agarista chlorantha, A. ericoides, A. glaberrima, A. hispidula, A. oleifolia var. oleifolia, A. pulchella var. cordifolia, Gaultheria eriophylla var. eriophylla, Gaylussacia amoena, G. brasiliensis var. brasiliensis, G. chamissonis, G. decipiens, G. densa var. densa, G. densa var. oblonga, G. aff. fasciculata, G. pseudogaultheria, G. salicifolia, G. rhododendron e G. riedelii. Agarista ericoides, Gaylussacia riedelii e G. aff. fasciculata foram registradas pela primeira vez para o domínio da Floresta Atlântica. São apresentadas descrições das espécies, chaves de identificação, ilustrações de caracteres e comentários sobre distribuição geográfica, fenologia e taxonomia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-09-13
Como Citar
Cabral, A., Romão, G., & Menini Neto, L. (2017). Ericaceae no Parque Estadual do Ibitipoca, Minas Gerais, Brasil. Boletim De Botânica, 35, 75-93. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v35i0p75-93
Seção
Artigos