A tribo Pisonieae Meisner (Nyctaginaceae) no Brasil

  • Furlan Antonio Universidade Estadual Paulista. Instituto de Biociências
  • Ana Maria Giulietti Universidade Estadual de Feira de Santana. Departamento de Biologia
Palavras-chave: Guapira, Neea, Pisonia, Torrubia, Caryophyllales

Resumo

Nesta revisão taxonômica da tribo Pisonieae (Nyctaginaceae) no Brasil foram utilizadas as técnicas tradicionais em trabalhos taxonômicos, envolvendo a análise de cerca de 3000 espécimes depositados em herbários nacionais e estrangeiros, aliada a coletas e observações de campo. A maioria das espécies da tribo Pisonieae é neotropical, exceto o gênero Pisonia que apresenta distribuição pantropical. Todas as espécies brasileiras são dióicas. Um estudo de morfologia floral comparada mostra as diferenças genéricas em plantas estaminadas, pistiladas e com frutos. Pelas descontinuidades florais apresentadas, considerou-se os gêneros Guapira e Neea como distintos, em oposição ao tratamento sistemático de Heimerl publicado em 1934. São reconhecidas no país 30 espécies incluídas  nos gêneros Guapira, Neea e Pisonia: Guapira areolata (Heimerl) Lundell, G. campestris (Netto) Lundell, G. graciliflora (Mart. ex J.A.Schmidt) Lundell, G. hirsuta (Choisy) Lundell, G. laxa (Netto) Furlan, G. nitida (Mart. ex J.A.Schmidt) Lundell, G. noxia (Netto) Lundell, G. obtusata (Jacq.) Little, G. opposita (Vell.) Reitz, G. pernambucensis (Casar.) Lundell, G. venosa (Choisy) Lundell, Neea duckei (Huber) Furlan, N. floribunda Poepp. & Endl., N. hermaphrodita S.Moore, N. hirsuta Poepp. & Endl., N. laxa Poepp. & Endl., N. macrophylla Poepp. & Endl., N. madeirana Standl., N. obovata Spruce ex Heimerl, N. oppositifolia Ruiz & Pav., N. ovalifolia Spruce ex J.A.Schmidt, N.parviflora Poepp. & Endl., N. pendulina Heimerl, N. theifera Oerst., N. uleana (Heimerl) Furlan, N. verticillata Ruiz & Pav., Pisonia aculeata L., P. ambigua Heimerl e P. zapallo Griseb. São apresentadas chaves de identificação para os gêneros e espécies, bem como descrições, ilustrações, mapas de distribuição e comentários taxonômicos para os táxons estudados. Guapira foi delimitado com 12 espécies distribuídas principalmente na região Sudeste do Brasil, enquanto Neea inclui 15 espécies com ocorrência predominante na região Norte do Brasil e em Pisonia foram definidas três espécies concentradas na região Sul do pais. Neste trabalho foram propostas  três combinações novas e 56 nomes foram reduzidos a sinonímia, permanecendo 15 nomes como duvidosos e 42 lectótipos são propostos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-12-04
Como Citar
Antonio, F., & Giulietti, A. (2014). A tribo Pisonieae Meisner (Nyctaginaceae) no Brasil. Boletim De Botânica, 32(2), 145-268. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v32i2p145-268
Seção
Artigos