Projeto resenhas 2018/2019

2018-11-06

A Cadernos de Campo, revista dos alunos do programa de pós-graduação em Antropologia Social da USP torna pública a chamada para interessadas e interessados em contribuir com a publicação de resenhas de títulos selecionados pela Comissão do Projeto resenhas 2018. O projeto tem como interesse democratização do acesso ao conhecimento e fomentar o debate no campo das Ciências Sociais e, sobretudo, da Antropologia a partir da divulgação de obras publicadas no Brasil e no exterior e a leitura crítica dessa produção recente.

 

As inscrições podem ser feita através do questionário online abaixo, composto de quatro seções.

Títulos dosponíveis

- Alfred Gell. Arte e agência. São Paulo: Ubu, 2018. Tradução de Jamile Pinheiro Dias. 400p.

- Adalton Marques. Humanizar e expandir: genealogia da Segurança Pública. São Paulo: IBCRIM, 2018. 253p.

- Beatriz Accioly Lins. A lei nas entrelinhas: a Lei Maria da Penha e o trabalho policial. São Paulo: Editora UNIFESP, 2018. 232p.

- Enrico Spaggiari. Família joga bola: jovens futebolistas na Várzea paulistana. São Paulo: Intermeios/FAPESP, 2018. 452p.

- Gabriel Feltran. Irmãos: uma história do PCC. São Paulo: Companhia das Letras, 2018. 320p.

- Guilhermo Aderaldo. Reinventando a cidade: uma etnografia das lutas simbólicas entre coletivos culturais vídeo-ativistas nas 'periferias' de São Paulo. São Paulo: Annablume, 2017. 278p.

- Karina Biondi. Proibido roubar na quebrada: território, hierarquia e lei no PCC. São Paulo: Terceiro Nome/Gramma, 2018. 408p

- James Clifford; George Marcus (Orgs). A escrita da cultura: poéticas e políticas da etnografia. Rio de Janeiro: Papeis Selvagens, 2016. Tradução de Maria Claudia Coelho. 388p.

- Vinicius Spira. Desafios do acolhimento: Espaço, política e pedagogia nos Centros Educacionais Unificados (CEUs) de São Paulo. São Paulo: Humanitas, 2017. 256p

Quaisquer dúvidas podem ser encaminhadas através do e-mail da revista cadcampo@gmail.com