Vulnerabilidades, dilemas e dores

fragmentos de uma pesquisadora das/nas violências

  • Carolina Parreiras Universidade de São Paulo - USP
Palavras-chave: etnografia, violência sexual, favela, vulnerabilidade, ética

Resumo

Este artigo está centrado em um eixo principal: uma reflexão em torno das vulnerabilidades do pesquisador em campo e o que isso pode nos dizer a respeito de questões metodológicas, éticas e de escrita, com as quais nos confrontamos ao realizar nossas pesquisas e ao redigir nossos textos. Busco dar sentido antropológico a situações marcadas por tensões, por dilemas e por vulnerabilidades que encontrei durante a realização do trabalho de campo de minha pesquisa de pós-doutorado. A primeira parte do texto é uma reflexão sobre uma cena etnográfica: tentativa de abuso sexual que sofri em campo. Esta experiência modificou todo os rumos da pesquisa de campo e representou um divisor de águas tanto em um nível pessoal, quanto para algumas reflexões teóricas. Na segunda parte, recorro novamente a uma cena etnográfica – a revelação de um agressor de crianças e adolescentes e a cadeia de reações que isso provocou em mim - , a qual tem o potencial de ajudar a refletir sobre outras adversidades encontradas ao se realizar uma etnografia das “margens”.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-26
Seção
Especial