Mojitos com limões do campo

a produtividade das adversidades etnográficas

  • João Felipe Gonçalves Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Cuba, temporalidade, etnografia, furacão, Estado

Resumo

Este artigo argumenta que certas adversidades encontradas no trabalho de campo etnográfico podem ser produtivas para a pesquisa antropológica. Para fundamentar esse ponto, o artigo discute três situações adversas enfrentadas pelo autor durante seu trabalho de campo em Cuba – um despejo, dois furacões, e umas queimaduras – e o conhecimento etnográfico que elas lhes proporcionaram. Temas mais substantivos abordados incluem a ansiedade moral, a produção do Estado, a solidariedade informal, a economia de dádivas e a temporalidade cotidiana na Cuba contemporânea. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-26
Seção
Especial