Movimentos

Autores

  • Jean Tible Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v28i2p15-20

Palavras-chave:

movimentos, movimentos sociais, teoria social, brasil

Resumo

contribuições para pensar os movimentos sociais no Brasil contemporâneo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jean Tible, Universidade de São Paulo

Departamento de Ciência Política - FFLCH (USP)

Referências

ANDRADE, Oswaldde. “Aqui foi o Sul que venceu” (1944). Ponta de lança. São Paulo, Globo, 1991.

CANETTI, Elias. Massa e poder. São Paulo, Companhia das Letras, 2013 [1960].

CANETTI, Elias. Uma luz em meu ouvido: história de uma vida 1921-1931. São Paulo:Companhia das Letras, 1989 [1980].

CALVEIRO, Pilar. Poder e desaparecimento: os campos de concentração na Argentina. São Paulo, Boitempo, 2008.

CHAMAYOU, Grégoire. Les chasses à l'homme. Paris, La fabrique, 2010.

DELEUZE, Gilles. Spinoza Philosophie Pratique. Paris, Éditions de Minuit, 1981.

GAGO, Verónica. La potencia feminista: o el deseo de cambiarlo todo. Buenos Aires, Tinta Limón, 2019.

HARAWAY, Donna.“Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial”. Cadernos Pagu, n. 5, 1995. Disponível em https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/1773/1828

MORAES, Alana et. al. “A periferia contra o estado? Para escapar das ciências tristes! Criemos outras possibilidades”. Blog Urucum, abril de 2017. Disponível em https://reformapolitica.org.br/2017/04/29/a-periferia-contra-o-estado-para-escapar-das-ciencias-tristes-criemos-outras-possibilidades/

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

Tible, J. (2019). Movimentos. Cadernos De Campo (São Paulo 1991), 28(2), 15-20. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9133.v28i2p15-20

Edição

Seção

Conjuntura