[1]
L. Seraguza, “Fazer-se antropóloga na terra do agronegócio: adversidades e desafios no trabalho antropológico em Mato Grosso do Sul”, Cad. Campo (São Paulo 1991), vol. 27, nº 1, p. 335-349, dez. 2018.