Pintores e poetas no roteiro da pulsão escópica: anotações preliminares

  • Sara Elena Hassan Universidade Federal de São Paulo

Resumo

A pulsão escópica em psicanálise é nomeada como tal por Jacques Lacan. É possível fazer uma leitura, nos textos de Sigmund Freud, dos elementos de construção até o ponto em que ele chegou. Mas além da novidade dos desenvolvimentos de Freud destaca-se também as contribuições daqueles que, retrospectivamente, se tornaram precursores, isto é, avant la lettre, por suas produções artísticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Elena Hassan, Universidade Federal de São Paulo
Psicanalista, psiquiatra. Atualmente docente no Centro de Estudos Psicanalíticos, faz pesquisa no PAES na Unifesp, Membro do Conselho de Redação da Revista Virtual Acheronta, tem textos da sua autoria sobre diversos temas psicanalíticos.
Publicado
2008-04-27
Como Citar
Hassan, S. (2008). Pintores e poetas no roteiro da pulsão escópica: anotações preliminares. Caligrama (São Paulo. Online), 4(1). https://doi.org/10.11606/issn.1808-0820.cali.2008.68014
Seção
Artigos