Josefina Plá: sobre alguma correspondência e suas transformações

  • Andre Rezende Benatti Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Josefina Plá, Formação intelectual, Paraguai, Espanha

Resumo

Este artigo pretende desenvolver uma análise da trajetória de formação intelectual de Josefina Plá, artista hispano-paraguaia. Abordaremos o universo artístico de Josefina Plá em sua formação, dos contatos de uma artista nascida na Europa, com uma cultura totalmente distinta da sua, e a forma como ela encara e desenvolve essa cultura. Refletimos, também, sobre a possível relação e influência que a obra e o pensamento artístico de Josefina Plá possa ter sofrido da Generación de 27, da Espanha. Principalmente na figura de Federico García Lorca, cujo pensamento acerca daquilo que genuinamente forma o ser espanhol, relacionamos, com a maneira com que Josefina Plá representa o ser paraguaio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andre Rezende Benatti, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Graduado em Letras/Espanhol, pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS; Mestre em Letras: estudos literários, pels Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS; Doutor em Letras Neolatinas: estudos literários hispânicos, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro . UFRJ; Pesquisador do Núcleo de Estudos Historiográficos de Mato Grosso do Sul - NEHMS; Professor da Literatura Espanhola da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS.

Referências

Referências Bibliográficas

ALMADA ROCHE, Armando. Josefina Plá: una voz singular. Asunción: Grupo Editorial Atlas, 2011.

BORDOLI DOLCI, Ramón Atílio. La problemática del tiempo y la soledad en la obra de Josefina Plá. 1981. 588 f. Tese (Doutorado en Literatura Hispanoamericana)- Faculdad deFilología, Universidad de Santiago de Compostela, 1981.

GARCÍA LÓPEZ, José. Historia de la Literatura Española. Barcelona: Editorial Vicens Vives, 2003.

MARTINEZ HERNANDEZ, José. La teoría estética de Federico García Lorca. In.: Art, Emotion and Value. 5th Mediterranean Congress of Aesthetics, 2011 (91-100).

MATEO DEL PINO, Ángeles. El componente mítico y su función simbólica en la poesía erótica de Josefina Plá. 1994. Tese (Doutorado em Filología Hispânica) Universidad de Las Palmas: Gran Canaria, 1994.

_______. La Otra Que Fulgura.In.: Boca de Sapo Revista de arte, literatura y pensamiento. ISSN 1514-8351. Buenos Aires, Tercera época | año XII | Nº10 | 2011.

PLÁ, Josefina. El espíritu del fuego. In: FERNÁNDEZ, Miguel Ángel(Org.). Obras completas III. Asunción: RP Ediciones, 1991.

_______.Grupo Arte Nuevo. In.: PLÁ, Josefina; BLINDER, Olga; ESCOBAR, Tício. Arte actual en el Paraguay (1900-1995). Asunción: Editorial Don Bosco, 1997.

_______. Siete definiciones de la poesía a través de la obra de Federico García Lorca. In.: El País. Asunción, 24 de febrero de 1945.

RODRIGUES, Dora Angélica Segovia de. Kuatiá Mbaapó: Josefina Piá e a Poesia do Nanduti, Gusta Vo?. 2000. 157 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-graduação Mestrado em Literatura: Florianópolis, 2000. Disponível em:

<https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/79389/180991.pdf?sequence=1&isAllowed=y>

RODRÍGUEZ-ALCALA, Hugo. Historia de la literatura paraguaya. Asunción PY: Editorial El Lector, 1999.

TOVAR, Paco. “Ecos lorquianos en la memoria poética del Paraguay: Josefina Pla, Augusto Roa Bastos y Herib Campos Cervera”. In.: América sin nombre, 2002, Alicante, pp.91-101.

Publicado
2018-12-14
Como Citar
Benatti, A. (2018). Josefina Plá: sobre alguma correspondência e suas transformações. Caracol, (16), 272-303. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9651.v0i16p272-303