HISTÓRIA EM JEAN-JACQUES ROUSSEAU: A DECADÊNCIA SEM VOLTA

Autores

  • Priscila de Oliveira e Luciano da Silva Silva e Façanha

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v2i29p26-31

Palavras-chave:

história – sociedade – decadência

Resumo

Desde o Discurso sobre as ciências e as artes, Rousseau nos aponta para uma história das sociedades, quando responde negativamente a pergunta da Academia de Dijon se o restabelecimento das ciências e das artes teria contribuído para o aprimoramento moral. No Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens, o filósofo aborda a história da humanidade como uma história de decadência e degeneração, da qual é impossível retornar à natureza de origem. A corrupção das sociedades pode ser retardada, mas jamais revertida. Dito de outra maneira, Rousseau apresenta uma concepção linear da história, e o objetivo deste trabalho é apresentá-la à luz da interpretação de Maria das Graças de Souza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

Silva e Façanha, P. de O. e L. da S. (2016). HISTÓRIA EM JEAN-JACQUES ROUSSEAU: A DECADÊNCIA SEM VOLTA. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(29), 26-31. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v2i29p26-31

Edição

Seção

Artigos