Pode-se levar uma vida boa em uma vida ruim?

Judith Butler

  • Aléxia Cruz Bretas Universidade Federal do ABC

Resumo

Este texto corresponde à conferência proferida por Judith Butler por ocasião da cerimônia de entrega do Prêmio Adorno em 11 de setembro de 2012. Indicando sua filiação ao programa teórico-crítico de transformação social, a filósofa se reporta às reflexões adornianas sobre a moral e a política, a fim de questionar as próprias condições de possibilidade de uma “vida boa” à luz dos dispositivos de desumanização, precarização da vida e distribuição diferencial da vulnerabilidade, tão centrais para a articulação de seus trabalhos recentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aléxia Cruz Bretas, Universidade Federal do ABC

Professora adjunta de Filosofia na UFABC

Referências

ADORNO, Theodor W. Minima Moralia: Reflections from Damaged Life, trans. E.F.N. Jephcott. London: New Left Books, 1974. (Edição brasileira: Minima moralia: reflexões a partir da vida danificada. Trad. Luiz Eduardo Bicca. São Paulo: Ática, 1993).

ARENDT, Hannah. “The Answer of Socrates”, in: The Life of the Mind, vol. I, Harcourt, 1981.

_________. “The Concept of History: Ancient and Modern”, in: Between Past and the Future: Eight Exercises in Political Thought. Harmondsworth: Penguin, 1968.

ADORNO, Theodor. Problems of Moral Philosophy, trans. Rodney Livingstone. Cambridge: Polity Press, 2000.

BUTLER, Judith. “Precarious Life, Grievable Life”, in: Frames of War: When is Life Grievable? London: Verso, 2009. (Edição brasileira: Quadros de Guerra: quando a vida é passível de luto. Trad.: Sérgio Lamarão e Arnaldo Marques da Cunha. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira).

DELEUZE, Gilles. “What Can a Body Do?”, in: Expressionism in Philosophy: Spinoza. Trad.: Martin Joughin. New York: Zone, 1990.

HARAWAY, Donna. Simians, Cyborgs, and Women. New York and London: Routledge, 1991.

_________. The Companion Species Manifesto. Chicago: Prickly Paradigm Press, 2003.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
Bretas, A. (2018). Pode-se levar uma vida boa em uma vida ruim?. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(33), 213-229. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/140829
Seção
Tradução