O escopo dos princípios para uma validação pragmática animalista

  • Fernando Schell Pereira Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS

Resumo

Este artigo objetiva mostrar os caminhos percorridos pelas estruturas éticas deontológicas e utilitaristas como bases inerentes na construção de um princípio pragmático animalista, para estabelecer que uma moral pragmática pode ser constituída de princípios e não tomada por aspectos pejorativos ou pelo relativismo moral, e, desse modo, elencar uma análise precisa sobre como seriam válidos os movimentos de defesa animal focados nas ações voltadas ao consequencialismo. Conclui que, assim como o valor subjetivo é um instrumento para a objetividade moral, o pragmatismo também pode ser um instrumento para alcançar seus propósitos morais, objetivando as deliberações empreendidas pelo consequencialismo como eficazes diante da miserável situação em que se encontram os animais não humanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-26
Como Citar
Schell Pereira, F. (2018). O escopo dos princípios para uma validação pragmática animalista. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(33), 150-162. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/148958
Seção
Artigos