Sobre o descentramento do sujeito

transgredindo os limites kantianos

  • Izabela Loner Santana Universidade Federal do ABC - UFABC
  • Suze de Oliveira Piza Universidade Federal do ABC - UFABC
Palavras-chave: Foucault, Kant, Lacan, Descentramento do sujeito

Resumo

O artigo que segue indica a presença de uma obra filosófica no interior de uma tarefa histórica compartilhada por grande parte da filosofia contemporânea, a saber, o descentramento da categoria de sujeito. Tal tarefa (im)posta pela filosofia moderna, em especial a partir de Kant, será realizada por Foucault em A Arqueologia do saber lançando mão dos próprios recursos kantianos em uma nova versão do projeto crítico e é base para a criação de uma nova imagem de nós mesmos delineada por diversos pensadores não só da filosofia, mas também da psicanálise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suze de Oliveira Piza, Universidade Federal do ABC - UFABC

É professora de Filosofia na UFABC nos cursos de Filosofia e Bacharelado em Ciências Humanas. No Programa de Pós-Graduação em Filosofia atua na linha de pesquisa de Ética e Filosofia Política. Foi pesquisadora de pós-doutorado e professora colaboradora no Departamento de Filosofia (IFCH) UNICAMP entre 2015-2017. É doutora em Filosofia pela UNICAMP. Tem diversos artigos e livros publicados na área de Filosofia. Atua principalmente nos seguintes temas: produção de pensamento filosófico, pensamento ético-político moderno e contemporâneo, filosofia na América Latina e africana, interfaces entre Filosofia e Psicanálise e pensamento kantiano. Atualmente, é coordenadora institucional do Pibid-Capes na UFABC.

Referências

FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos II. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos III. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

FOUCAULT, Michel. As Palavras e as coisas. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

FOUCAULT, Michel. Gênese e estrutura da Antropologia de Kant. São Paulo: Loyola, 2011. [Tese complementar].

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. Lisboa: Calouste Gulbenkian, 1994.

KANT, Immanuel. Antropologia do ponto de vista pragmático. São Paulo: Iluminuras, 2009.

KANT, Immanuel. LACAN, Jacques. O Seminário, livro 2: o eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

KANT, Immanuel. Escritos. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

OLIVEIRA, Manfredo. Reviravolta linguístico-pragmática na Filosofia contemporânea. Rio de Janeiro: Loyola, 1996.

Publicado
2019-12-30
Como Citar
Santana, I., & Piza, S. (2019). Sobre o descentramento do sujeito. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 2(35), 42-55. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v2i35p42-55
Seção
Foucault, Políticas da arqueologia – 50 anos de A arqueologia do Saber (1969)