Origem e Alteração no Pensamento Linguístico-Musical de Rousseau

Autores

  • Mauro Dela Bandera

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v1i36p138-161

Palavras-chave:

Rousseau, linguagem, música, antropologia, história

Resumo

A linguística de Rousseau transita entre dois polos distintos, mas igualmente válidos, quais sejam, o saber antropológico e o julgamento histórico do estado presente. O objetivo maior deste trabalho é apresentar cada um destes polos: o último apoia-se em um modelo único e originário de língua (uma protolinguagem) que paulatina e historicamente se degeneraria, corrompendo-se; ao passo que o primeiro multiplica as origens de modo a afirmar positivamente as diferenças, explicando-as enquanto tais. Um se constitui em escala de medida, outro em antídoto contra o etnocentrismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BANDERA, Mauro Dela. “Questões de cronologia rousseauísta: o caso do Ensaio sobre a origem das línguas”. In: Revista de Filosofia Trans/form/ação. UNESP Marília-SP, p. 167-186, 2019.
BECKER, Evaldo. “Política e linguagem em Rousseau e Condillac”. Kriterion, Belo Horizonte, v. 52, n. 123, pp. 49-74, 2011.
________. Política e linguagem em Rousseau. São Cristóvão: Ed. UFS, 2016.
CONDILLAC. Essai sur l’origine des connaissances humaines. Paris: J. Vrin, 2014.
DERRIDA, Jacques. De la Grammatologie. Paris: Éditions de Minuit, 1967.
DUCLOS, Charles Pinot. Remarques sur la grammaire générale et raisonnée. In:
ARNAULD, Antoine; LANCELOT, Claude. Grammaire générale et raisonnée de Port-Royal. Genève: Slatkine Reprints, 1993.
HORÁCIO. Arte Poética. In: A poética clássica/Aristóteles, Horácio, Longino. Tradução de Jaime Bruna. São Paulo: Cultrix, 2005.
KINTZLER, Catherine. Rameau et Rousseau: le choc de deux esthétiques. In: ROUSSEAU, Jean-Jacques. Préface aux Écrits sur la musique. Paris: Éditions Stock, 1979.
LEFEBVRE, Philippe. L’esthétique de Rousseau. Paris: Editions SEDES, 1997.
MOSCONI, Jean. “Analyse et genèse: regards sur la théorie du devenir de l’entendement au XVIIIème siècle”. In: Cahiers pour l’Analyse, Paris, n. 4, 1966.
NASCIMENTO, Milton Meira do. “O Contrato social – entre a escala e o programa”. In: Discurso, nº 17. São Paulo: Editora Polis, 1988.
PRADO JÚNIOR, Bento. A retórica de Rousseau e outros ensaios. Tradução de Cristina Prado. São Paulo: Cosac Naify, 2008.
RIBEIRO, Lucas. “Linguagem e política: Rousseau leitor de Charles Duclos”. Cadernos de Ética e Filosofia Política, v. 1, n. 34, p. 143-152, 2019. ::: Cadernos de ética e filosofia política | Número 36 | Página 161 :::
ROUSSEAU, J-J. Du Principe de la mélodie ou réponse aux erreurs sur la musique. In:
WOKLER, Robert. Rousseau on society, politics, music and language (Texte imprimé): an historical interpretation of his early writings. New York: Garland, pp. 436-482, 1987.
________. Œuvres Complètes de Jean-Jacques Rousseau. Ed. Bernard Gagnebin e Marcel Raymond. Paris: Gallimard, 1959-1995. 5 volumes. (Col. Bibliothèque de la Pléiade).
SALINAS FORTES, Luiz Roberto. Paradoxo do espetáculo: política e poética em Rousseau. São Paulo: Discurso editorial, 1997.
SOUZA, Maria das Graças de. Ilustração e história: o pensamento sobre a história no iluminismo francês. São Paulo: Discurso Editorial, 2001.
STAROBINSKI, Jean. Jean-Jacques Rousseau: a transparência e o obstáculo, seguido de sete ensaios sobre Rousseau. Tradução de Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.
VALÉRY, Paul. Introduction à la Méthode de L. de Vinci. Paris: Ed. Gallimard, 1957.
WYSS, André. Jean-Jacques Rousseau: l’accent de l’écriture. Neuchâtel: Editions de la Baconnière, 1988.
YASOSHIMA, Fábio. Entre o canto das paixões e os artifícios da harmonia: o pensamento musical de Rousseau contra o sistema harmônico de Rameau. Tese (Doutorado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo/SP, 2017.

Downloads

Publicado

2020-06-28

Como Citar

Dela Bandera, M. (2020). Origem e Alteração no Pensamento Linguístico-Musical de Rousseau. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 1(36), 138-161. https://doi.org/10.11606/issn.1517-0128.v1i36p138-161

Edição

Seção

Dossiê - Leituras do Iluminismo