Desenvolvimento, construção da democracia e da nacionalidade nos países africanos: desafio para o milênio

  • Kabengele Munanga Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Desenvolvimento, Nacionalidade, Democracia, Paz, Diversidade. Guerras

Resumo

Texto da conferência de abertura do simpósio de reflexão sobre os trinta anos da morte de Samora Machel, organizado pelo Centro de Estudos Africanos da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, de 1 a 3 de setembro de 2016. Versa sobre os desafios que muitos países da África encontram para construir a paz necessária para construir suas nacionalidades, suas democracias e os processos de seu desenvolvimento socioeconômico. Em Moçambique, como em muitos outros países do continente, estão novamente voltando as hostilidades da guerra civil, que se pensava já superadas. Daí a necessidade desse simpósio, cujas reflexões partiram do legado político de Samora Machel. A conferência partiu da reflexão sobre o quadro geral dos países do continente em condições semelhantes, para finalmente fazer uma aproximação com Moçambique.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kabengele Munanga, Universidade de São Paulo

Professor Titular do Departamento de Antropologia da FFLCH da USP. Ex-diretor do Centro de Estudos Africanos da Universidade de São Paulo. Atualmente é professor visitante sênior da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Publicado
2016-12-28
Como Citar
Munanga, K. (2016). Desenvolvimento, construção da democracia e da nacionalidade nos países africanos: desafio para o milênio. Cadernos CERU, 27(2), 45-56. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/ceru/article/view/125073
Seção
Dossiê Amazônia