Amazônia e o processo de colonização da fronteira agrícola: o caso de Rondônia

  • Valéria de Oliveira UNIR
  • José Januário de Oliveira Amaral UNIR

Resumo

A questão central da pesquisa é o processo de colonização na fronteira agrícola da Amazônia, em especial, o caso de Rondônia. O método quantitativo permitiu analisar dados da população, bem como econômicos, possibilitando verificar a evolução demográfica e econômica do Estado de Rondônia. Contudo, o surto demográfico e econômico fez crescer a economia sem mudar a complexidade e sócio territoriais. Então, o preenchimento do “vazio demográfico” não proporcionou a integração regional na sua totalidade, muito menos a superação da lógica capitalista na região que impulsionou e ainda impulsiona o desenvolvimento socioeconômico regional sem levar em consideração o meio ambiente. Assim, a integração regional promovida pela abertura de rodovias e o processo de povoamento como fruto de uma geopolítica estatal fez o Estado desempenhar um papel crucial para ocupação do território amazônico. Contudo, o relativo dinamismo do agronegócio e da agropecuária vem garantindo o desenvolvimento regional, não apenas para o controle do território, mas para atender a lógica do capital.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valéria de Oliveira, UNIR

Doutora junto à Universidade Pablo de Olavide - ES; membro do Grupo de Pesquisa: Políticas Públicas e Gestão Territorial Na Amazônia/UNIR/CNPq; Professor Associada do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Rondônia– UNIR (valeriaunir@gmail.com)

José Januário de Oliveira Amaral, UNIR

Doutor junto ao Departamento de Geografia/FFLCH/USP; Líder do Grupo de Pesquisa: Políticas Públicas e Gestão Territorial na Amazônia/UNIR/CNPq; Professor Titular do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Rondônia– UNIR (januarioamaral10@gmail.com)

Publicado
2018-12-31
Como Citar
Oliveira, V., & Amaral, J. (2018). Amazônia e o processo de colonização da fronteira agrícola: o caso de Rondônia. Cadernos CERU, 29(2). Recuperado de http://www.revistas.usp.br/ceru/article/view/155269
Seção
Dossiê Amazônia