Meio ambiente versus emprego: impactos de transformações tecnológicas na ocupação canavieira no Estado de São Paulo, Brasil, 2007 a 2013

  • José Giacomo Baccarin Universidade Estadual Paulista
  • Denise Boito Pereira da Silva Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Trabalhador Canavieiro, Mecanização Agrícola, Ocupação Agrícola

Resumo

Analisam-se motivações sociais e empresariais das recentes mudanças tecnológicas na lavoura canavieira no Estado de São Paulo e suas consequências na ocupação canavieira. Usaram-se dados do Programa de Disseminação de Estatísticas do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil. Destaca-se, pós 2007, a rápida substituição da colheita manual de cana queimada pela colheita mecânica de cana crua, bem como a ampliação do plantio mecânico. Com isso, os danos ambientais foram reduzidos, ao mesmo tempo, que o número de Trabalhadores Canavieiros caiu praticamente à metade e houve queda de sua sazonalidade de ocupação no ano, embora ela continue muito alta. A participação relativa das mulheres e dos mais velhos aumentou entre os Canavieiros, bem mais que nas demais ocupações sucroalcooleiras

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Giacomo Baccarin, Universidade Estadual Paulista
Agrônomo, com Mestrado em Economia Agrária ESALQ/USP, Doutorado em Engenharia de Produção UFSCAR, Professor Doutor do Departamento de Economia Rural da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP, campus de Jaboticabal
Denise Boito Pereira da Silva, Universidade Estadual Paulista
Agrônoma, mestre em Geografia pela UNESP Rio Claro. Bolsista DTI-B do CNPq. UNESP, campus de Jaboticabal
Publicado
2015-06-04
Como Citar
Baccarin, J., & Silva, D. (2015). Meio ambiente versus emprego: impactos de transformações tecnológicas na ocupação canavieira no Estado de São Paulo, Brasil, 2007 a 2013. Cadernos CERU, 25(2), 13-38. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/ceru/article/view/98775
Seção
Dossiê Amazônia