A Poesia Aberta do Israelense Amir Or

Autores

  • Moacir Amâncio Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Poesia. Israel. Tradição. Inovação. Multiculturalismo.

Resumo

O poeta isralense Amir Or, nascido, 1956, Tel Aviv, escreve uma poesia marcada pela riqueza de modelos e temas, nos quais quais estão presentes tanto questões políticas, históricas e literárias do seu país, quanto assuntos e gêneros literários de outras culturas, inclusive do Extremo Oriente. Ele usa a poesia como um exercício multicultural escrito em hebraico. Com isso, participa de uma jornada inovadora, ao mesmo tempo em que reafirma o trabalho iniciado pelos poetas pioneiros de Israel, empenhados em colocar a língua dos profetas ao lado dos demais idiomas contemporâneos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moacir Amâncio, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Comunicação Social pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero (1975) e doutorado em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica pela Universidade de São Paulo (2001). Atualmente é professor titular da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Literatura e Cultura Judaica e Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: poesia, poemas, contos, romances e artes visuais. É autor de livros como "Ata" (reunião de volumes de poemas já publicados e outros inéditos), "Dois Palhaços e Uma Alcachofra" (estudo sobre o romance "Adam, Filho de Cão", de Yoram Kaniuk), "Yona e o Andrógino - notas sobre poesia e Cabala".

Downloads

Publicado

2020-10-07

Como Citar

Amâncio, M. (2020). A Poesia Aberta do Israelense Amir Or. Cadernos De Língua E Literatura Hebraica, (16), Pág. 46 a 49. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/cllh/article/view/175826

Edição

Seção

LITERATURA HEBRAICA E JUDAICA