De Curitiba para Moçambique: ações de educomunicação e comunicação popular

  • Guilherme Carvalho Uninter/UFPR
  • Toni André Scharlau Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Evanise Rodrigues Gomes Universidade Eduardo Mondlane (ECA-UEM)
Palavras-chave: educomunicação, extensão, comunicação popular, democratização, comunicação

Resumo

O Núcleo de Comunicação e Educação Popular (NCEP) é um programa de extensão universitária que foi criado em 2003 junto ao Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Paraná (Decom/UFPR). Antes de produzir um histórico dessa trajetória, apresentamos nesse texto os resultados que vêm sendo alcançados pela equipe e parceiros do projeto, bem como fornecer breves relatos das experiências. O NCEP tem como objetivo estimular a discussão sobre educomunicação e comunicação popular. Os alunos de graduação e pós-graduação envolvidos auxiliam os parceiros do Núcleo em projetos específicos na perspectiva do gerenciamento de ferramentas de comunicação. Atualmente, o NCEP conta com seis parcerias nas quais os integrantes do Núcleo desenvolvem oficinas de redação e produção em rádio e em jornal impresso, além de uma parceria internacional com a Universidade Eduardo Mondlane, de Moçambique, que é relatada em destaque.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Carvalho, Uninter/UFPR

Doutor pela Unesp e mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná. Professor de Comunicação do Centro Universitário Uninter.

Toni André Scharlau, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Doutor pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professor adjunto do Curso de Jornalismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Evanise Rodrigues Gomes, Universidade Eduardo Mondlane (ECA-UEM)

Mestre em Comunicação pela Universidade Federal do Paraná (PPGCom-UFPR) e docente da Escola de Comunicação e Artes Universidade Eduardo Mondlane (ECA-UEM).

Referências

CITELLI, Adilson Odair. Comunicação e educação: a linguagem em movimento. São Paulo: Editora SENAC, 2000.

COGO, Denise. Leitura crítica dos meios à educomunicação: convergências possíveis entre comunicação e educação. In: Tendências da Comunicação n. 4, Porto Alegre: L&PM Editores, 2001.

FANTIN, M. Mídia-educação: conceitos, experiências diálogos Brasil-Itália. Cidade Futura: F

lorianópolis, 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 24. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GOMES, Evanise Rodrigues. A Educomunicação e o Fortalecimento de Vínculos Sociais e Afetivos: a experiência nos centros de referência de assistência social de curitiba. Curitiba: UFPR, 2014. 176 p. (Dissertação de mestrado em Comunicação) Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Setor de Artes, Comunicação e Design, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.

HEGEL, G. W. F. Ciencia de la lógica. Trad. A. R. Mondolfo. 2.ed. Buenos Aires: Solar/Hachette, 1968.

ROCHA, Aurélio & RODRIGUES, Eugenia, NASCIMENTO, Augusto. Moçambique: Relações Históricas Regionais e com países da CPLP. 1ª. Ed. Maputo: Alcance Editores, 2011.

SIERRA, Francisco. Introdução à Teoria da Comunicação Educativa. Trad. Daniela Garrossini & Flavia Beatriz Werneck. Brasília: Verbena, 2014.

SOARES, Ismar de Oliveira. Educomunicação: o conceito, o profissional, a aplicação. Paulinas, 2011.

__________________. Mas afinal o que é Educomunicação? Disponível em: <http://www.usp.br/nce/wcp/arq/textos/27.pdf>. Acessado em 3 mar. 2016.

Publicado
2016-12-16
Como Citar
Carvalho, G., Scharlau, T., & Gomes, E. (2016). De Curitiba para Moçambique: ações de educomunicação e comunicação popular. Comunicação & Educação, 21(2), 15-26. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v21i2p15-26