Germán Rey: a política tradicional não é suficiente, a cultura e as novas mídias podem ser espaços de resistência

Palavras-chave: Germán Rey, cultura, comunicação, jornalismo, mídias digitais

Resumo

Comunicação & Educação entrevista Germán Rey Beltrán, intelectual colombiano cuja trajetória está vinculada aos estudos de comunicação e cultura na América Latina. Germán Rey é coordenador da Cátedra Garcia Marquez de Jornalismo no Centro Internacional de Estudios Superiores de Comunicación para América Latina (CIESPAL). Estudou psicologia na Universidade Nacional da Colômbia, com doutorado em Psicologia na Universidade Complutense de Madrid. Participou do projeto “Economia e cultura” do acordo Andrés Bello (Secretaria Ejecutiva del Convenio Andrés Bello e Centro Regional para el Fomento del Libro en América Latina y el Caribe) coordenando o tópico “indicadores sociais e culturais”. Foi assessor do Ministério da Cultura da Colômbia em pesquisas relacionadas às áreas de comunicação, cultura, gestão cultural e indústrias culturais. Por essa mesma instituição, coordenou e editou o Manual de Políticas Culturales (2009). Foi professor na Pontifícia Universidade Javeriana, na Universidade dos Andes e na Universidade Nacional da Colômbia (todas em Bogotá) nas áreas de comunicação, jornalismo e estudos culturais. Atualmente é professor no curso de Mestrado em Desenvolvimento e Cultura da Universidade Tecnológica de Bolívar (Cartagena das Índias, Colômbia). Publicou, entre outros livros, Oficio de equilibrista, 21 casos periodísticos, Los ejercicios del ver: hegemonía audiovisual y ficción televisiva, com Jesús Martín-Barbero; Industrias culturales, creatividad y desarrollo, Balsas y Medusas, sobre política nas mídias, e Desde las dos orillas, sobre o direito à informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roseli Fígaro, Universidade de São Paulo

Professora associada na Escola de Comunicações e Artes, professora do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo (USP). Coordenadora do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho (CPCT). Diretora editorial da revista Comunicação & Educação.

Publicado
2017-11-16
Como Citar
Fígaro, R. (2017). Germán Rey: a política tradicional não é suficiente, a cultura e as novas mídias podem ser espaços de resistência. Comunicação & Educação, 22(2), 109-120. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v22i2p109-120