Hábitos midiáticos e ressignificações de estudantes da rede pública

  • Maria Aparecida Baccega Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP)
  • Camilla Rodrigues Netto da Costa Rocha Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP) http://orcid.org/0000-0002-5024-5853
Palavras-chave: comunicação, comunicação/educação, telenovela, análise de discurso, família homoafetiva

Resumo

Neste artigo temos por objetivo investigar o lugar do campo da comunicação/educação na conformação da realidade social buscando compreender, por um lado, o espaço ocupado pelos meios de comunicação no cotidiano dos estudantes e, por outro, as ressignificações desses estudantes frente à temática da família homoafetiva, pautada pela telenovela. Para tanto, adotamos como itinerário metodológico a abordagem quantitativa para investigar os hábitos midiáticos dos estudantes de duas escolas públicas do Ensino Médio e, posteriormente, a abordagem qualitativa, buscando entender, por meio da análise de discurso de linha francesa (ADF), seus usos e apropriações quanto à telenovela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Baccega, Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP)

Livre-docente em comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Atualmente é docente, pesquisadora e orientadora do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Práticas de Consumo (PPGCOM) da Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM-SP). Coordena a rede nacional OBITEL Brasil pela ESPM-SP.

Camilla Rodrigues Netto da Costa Rocha, Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM-SP)

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Comunicação e Práticas de Consumo (PPGCOM) da Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM-SP), na qualidade de bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), modalidade Programa de Suporte à Pós-graduação de Instituições de Ensino Particulares (Prosup) integral.

Publicado
2018-06-07
Como Citar
Baccega, M., & Rocha, C. (2018). Hábitos midiáticos e ressignificações de estudantes da rede pública. Comunicação & Educação, 23(1), 39-52. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v23i1p39-52