Professores e meios de comunicação: desafios, estereótipos

Autores

  • Guillermo Orozco Gomez Universidade de Guadalajara

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i10p57-68

Palavras-chave:

educação para os meios, recepção, televisão, escola, aprendizagem

Resumo

O autor discute o papel da escola e dos professores na formação dos alunos como receptores dos meios de comunicação de massa. Atribui à escola, ao professor e aos pais o papel de mediadores no processo de recepção, visando ao aproveitamento do aprendizado que os meios proporcionam para a formação intelectual crítica e ativa das crianças. Austrália, Inglaterra, Suíça, Alemanha, Chile e países nórdicos são citados como exemplos de países que incorporaram a educação para os meios ao currículo educacional. 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1997-12-30

Como Citar

Gomez, G. O. (1997). Professores e meios de comunicação: desafios, estereótipos. Comunicação & Educação, (10), 57-68. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v0i10p57-68